Programa in-PDC – programa de vivencias em Permacultura

Março 19, 2008 by felipepinheiro

inPDC – INTERIORIZAÇÃO E INTECÂMBIO EM PERMACULTURA DESIGN COLETIVO –

CERTIFICAÇÃO EM PERMACULTURA COLETIVA VOLUNTÁRIA 

 

 

O

 inPDC VOLUNTÁRIO ! – O inPDC Voluntário é um Programa de Interiorização e Intercâmbio em Permacultura Design Coletivo e Voluntariado, criado pelo Coletivo Permacultores em 2007(quando ainda compartilhava do Coletivo). Uma nova modalidade de intercambiar conhecimentos e cursar Permacultura voluntariamente.  O inPDC Voluntário são vivencias educativas continuadas, em Design de Permacultura Coletiva, que visam propagar seus conhecimentos práticos, coletivos e voluntariamente. A Interiorização e o Intercâmbio em Permacultura Coletiva e Voluntária se desenvolve na forma de cursos vivenciais de imersão profunda nos princípios e práticas da Permacultura. O curso como um todo é disposto em Módulos Temáticos (semanais), conforme os princípios desenhados na Flor da Permacultura proposta por David Holmgreen, um dos fundadores do conceito perma+cultura. A partir do desenho da Flor, o Voluntário elabora em conjunto com a equipe do Sitio Sao Francisco os módulos temáticos de seu interesse para criar assim seu inPDC. Aí, as atividades do voluntário são agendadas, integrando a escala de trabalho que os moradores do sitio está envolvido na semana.  Caso o Voluntário cumpra todos os 7 Campos do Saber da Permacultura representados nas 7 Pétalas da Flor da Permacultura, ele recebe ao final seu Certificado inPDC Voluntário. Toda esta vivência em Permacultura Coletiva gera custos que são previstos pela Permacultura como forma de um Investimento Ético, que o voluntário faz para retro-alimentar o programa e sustentar a si mesmo. Neste investimento está incluso a Certificação, os cursos em Módulos Pré-Agendados, material didático, hospedagem, alimentação, boas risadas e transporte local para o trabalho.O Programa de Interiorização e Intercâmbio em Permacultura Coletiva e Voluntária está aberto a receber pessoas de perfil dinâmico e interessadas na ética-prática da Permacultura. Conheça mais a Permacultura e venha intercambiar conosco!A FLOR DA PERMACULTURA – Segundo David Holmgren.inPDC Voluntário

Programa de Interiorização e Intercâmbio em Permacultura Coletiva e Voluntariada

Campos de Conhecimento

Ações Práticas

1 – Manejo da Terra e da Natureza

 

* Cultivo de verduras / plantas na floresta

 

* Banco de sementes

 

* Extrativismo

 

* Horticultura bio-intensiva

* Agricultura orgânica e biodinâmica

* Jardins Comunitários

* Aquacultura integrada

 

* Agrossilvicultura e técnicas florestais integradas com a natureza

 

* Captação de água (keyline)

 

* Manejo holístico de campos

 

 

2 – Posse da Terra e Governo Comunitário                  

 

* Título nativo

 

* Coletivos, Cooperativas e ONGs

* Resolução de Conflitos

* Eco-vilas e co-habitações

  

 

 

3 – Espaço Construído

 

* Captação e reuso de água

 

* Bio-arquitetura

* Materiais de construção naturais

* Construção pelo proprietário

* Reciclagem e Reuso Criativo

* Design passivo para energia solar

* Energias Renováveis

 

 

4 – Ferramentas e Tecnologias

 

* Energias Renováveis

 

* Ferramentas manuais

* Soluções econômicas de transporte

* Reduzir, reutilizar e reciclar

 

 

5 – Educação e Cultura

 

* Educação em casa

* Ecopedagogia e eco-alfabetização

 

* Leitura de Paisagem e Espírito do Lugar

 

* Arte e Música Participativa

* As 3 Ecologias e Pesquisa Ação

 

 

 

6 – Saúde e Bem-Estar Espiritual

 

* Parto e aleitamento em casa

 

* Saúde Preventiva

 

* Medicina Holística

 

* Morte Digna

 

* Capoeira, Yoga e outras disciplinas de corpo/mente/espírito

 

 

 

7 – Economia e Finanças

 

* Contabilidade EMergética

* Investimento Ético

* Agricultura Apoiada pela Comunidade

 

* Produtos de Comércio Justo

* Trabalho Voluntário

* Sistemas Locais de Trocas e Serviços

 

* Consumo Consciente

Local: Sitio Sao Francisco – Mogi das Cruzes – SP

Coordenador do Centro: Felipe Pinheiro

Contato: felipeaugustopinheiro@yahoo.com.br

Fone: 11-8276-2390

Inicio do Programa: a partir da segunda quinzena de Abril de 2008.

 

****************************************************

Bruno  25 de junho 2008 – Relato pós participação no inPDC em Abril/Maio de 2008.

Para falar do coletivo, vou começar a falar de antes do inPDC, de como fui para em Mogi das Cruzes.

Cansado da rotina da faculdade de arquitetura, estressado com as obras e o trânsito da cidade de Vitória comecei a pensar que tinha que fugir disso, ficar longe.

Sempre tive o interesse de fazer algum curso de bioconstrução pensava que era uma linha de fuga para os meus pensamentos. Quando começamos a pensar em coisas boas as oportunidades de realizadas aparecem, é só perceber e ter vontade.

Foi ai que o Felipe do Coletivo apareceu – minha irmã que trabalha com ele que me apresentou -, falando para ir fazer o curso de inPDC em São Paulo.

Mas o que é PDC ? Até ai eu pensava que permacultura era muito mais focada em bioconstrução, mas agora sei que é apenas um organismo dentro de um corpo enorme da natureza e do homem.

Então pensei, uns dois dias e me perguntei por que não?

Dez dias fora de casa, sem conhecer ninguém, fazendo coisas que nunca fiz, era o momento. Nem pensei muito,  dei um tchau pra minha namorada, pro meu pai, pro meu trabalho e pra minha faculdade. Fui aberto com toda vontade e desejo de absorver novas sensações e aprendizados para a vida.

Falando agora sobre o inPDC:

Um pouco perdido, muito ansioso, sem saber direito o que iria acontecer, quais atividades íamos fazer. Nada de cronograma, não precisava e nem precisou a subjetividade afirmou a vivência a observação da natureza e das nossas relações que iam se formando e fortalecendo.

O bacana foi a diversidade de coisas que foram acontecendo: Ficamos um tempo no sítio com três pessoas, jogo de capoeira, práticas em hortas, composteira, princípios de permacultura, plantio de bambo,  consumo consciente …sem programar a gente fazia as atividades e tudo era um aprendizado.

Outros dias passamos com nove pessoas, incrível por sinal, aconteceu muita vivência, conseguimos mesmo com pouco tempo criar um laço de amizade e fraternidade muito grande e isso possibilitou muita vontade e desejo de trabalhar com o outro.

Em uma “casa abondonada” eu e acredito que os outros também vivenciamos muitas emoções. Foi uma enorme troca e todos saímos dali com o espírito transformador muito grande.

Outro momento foi em Osasco, com a ONG Ashoka, onde pude imaginar e trabalhar com a permacultura no ambiente urbano e desprovido de renda e matéria-prima natural. Pude perceber que a permacultura pode ser um ótimo “mecanismo” de transformação social. Durante os dias em Osasco reutilizamos, demos novos valores aos entulhos, trabalhos com pneu e mapeamento para captação de resíduos normalmente desperdiçados.

É muita coisa, não consigo falar tudo.

Agora falando um pouco do depois do inPDC:

Acredito que essa vivência foi uma renovação e transformação de espírito. Realmente aprendi a observar e ouvir tudo e me alimentar disto como um aprendizado.

Mesmo que ainda não consegui emergir completamente na filosofia e prática da permacultura, com o curso me possibilitei ser uma pessoa muito mais com desejos e vontades de transformação, de criticar e de acreditar que podemos viver melhor dentro dessa multiplicidade e caos.

Depôs do curso voltei pra faculdade com uma alma cheia e um corpo saudável para conseguir realizar muito mais os sonhos que acredito.

Foi uma mudança um mudança de espírito que estará sempre caminhando em transformação mas agora sempre com um pensamento positivo e crítico das diversidades e mudanças.

 

Acho que é isso

Obrigado por tudo e me desculpem pelo atraso do relato da vivência. Risos.

Agora estou esperando o próximo.

Bruno  25 de junho 2008

 

6 Respostas to “In PDC”

  1. debora Says:

    Irmandade!!!
    gostaria de saber sobre a vivencia!
    tem data marcada?
    pretendo ficar um tempo com vcs, aprender, crescer e dividir!!
    Abracos de Paz!

    Amor Universal!


    1. Ola Debora, grato pelo contato.
      veja em nosso blog que teremos uma vivencia neste final. Ainda estamos para divulgar as atividades de julho, assim que tiver pronto colocamos no ar!
      um abracao,

      felipe

  2. Ana Says:

    Olá!
    Gostaria de saber quando será o proximo programa para estagios ou voluntários?
    pretendo ficar um tempo por aí e gostaria de saber mais…
    abraço


    1. Olá Ana, temos atuado na Bahia desde 2009. Quando quiser, temos uma sede de campo em Diogo, litoral norte de Salvador em parceria com a OPA – Organização de Permacultura e Arte. Estamos recebendo voluntários por aqui o ano todo. Fique em contato, um abraço
      Felipe

  3. Sofia Passos Says:

    Abraço, enviei um mail do lado de cá do Atlântico a sugerir fazermos alguma coisa que ajude a tornar brilhantes e fortes todas as pétalas da Flor, de um lado e do outro do Oceano.
    Sofia Passos


    1. Olá Sofia, um outro abraço desde o lado de cá do Atlântico. Vamos sim fazer dessa flor nosso Guia para a direção da alegria, paz e harmonia com a natureza.

      Temos trabalhado bastante para isso, e vocês por ai, como estão fazendo a coisa rolar? veja alguma coisa dos trabalhos no flickr:www.flickr.com/photos/ecosapiens

      Seguimos trocando pelos mares, enquanto não podemos cruza lo.

      Felipe Pinheiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s